Ao Gólgota


1
Ao Gólgota ascende alma minha,
Contempla ali teu Senhor,
Também a agonia que tinha,
Sofrendo por ti com amor;
Não vês uma rubra torrente
Cobrindo a terra de horror?
E o sangue de Cristo inocente
Vertido por mim, pecador.

2
Minh’alma, te lava contente
No sangue do teu Redentor!
É Cristo a senda somente.
Que leva ao repouso de amor;
Jubila no onipotente
Por toda a Sua mercê,
Também pelo dom excelente
De Cristo em todo o que crê!

3
Minh’alma, ó sobe p’ra o alto!
Ali ouvirás o falar
D’Aquele a quem eu exalto;
Não sabes que vê teu penar?
Na graça divina medita,
Que tens em Jesus, teu Senhor;
Recebe a glória bendita
Orando a Deus, com fervor!

4
Hosanas ao onisciente!
Jesus veio aqui pra salvar
Minh’alma da “velha serpente”
Que anda no mundo a tentar;
Hosanas a Deus entoemos
Por Sua Palavra de amor;
Hosanas e glória rendemos,
A Cristo Jesus, o Senhor.

Autor ou Tradutor: P.L.M Paulo Leivas Macalão
*** Pode ser que tenha outro co-autor

2 thoughts on “Ao Gólgota

    1. italo

      este hino está na tonalidade de mi bemol maior 3 bemois na clave si mi lá os irmãos da ccb cantam este hino em dia de santa seia do senhor pois ele sofreu por nós para nos libertar da velha serpente que é o diabo.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *