Arquivo da Categoria: Sua graça, vida e amor

Amor Que Vence

Anúncios:


1
Amor, que por amor desceste!
Amor, que por amor morreste!
Ah! quanta dor não padeceste,
Meu coração p’ra conquistar,
E meu amor ganhar!

2
Amor, que com amor seguias!
A mim, que sem amor Tu vias!
Oh! quanto amor por mim sentias,
Meu Salvador, meu bom Jesus,
Sofrendo sobre a cruz!

3
Amor, que tudo me perdoas!
Amor, que até mesmo abençoas!
Um réu de quem Te afeiçoas!
Por Ti vencido, ó Salvador,
Eis-me aos Teus pés, Senhor!

4
Amor, que nunca, nunca mudas,
Que nos Teus braços me seguras,
Cercando-me de mil venturas!
Aceita agora, Salvador.
O meu humilde amor!

Autor ou Tradutor: H.M.W H. Maxwell Wrigth
*** Pode ser que tenha outro co-autor

Anúncios:

Meu Cristo! Meu Cristo!

Anúncios:


1
Quem do céu por mim desceu,
Tudo em meu lugar sofreu,
E por mim na cruz morreu?
Foi Cristo! Foi Cristo!

Os meus pecados expiou:
De toda a pena me livrou!
Da maldição me resgatou,
Meu Cristo! Meu Cristo!

2
Quem me trouxe, qual pastor,
Seu cordeiro com amor?
Quem quis ser meu Salvador?
Foi Cristo! Foi Cristo!

3
Quem com branda compaixão,
Derreteu meu coração?
Deu-me plena salvação?
Foi Cristo! Foi Cristo!

4
Quem diz: “Não te deixarei,
Nem te desampararei,
Sempre te socorrerei?”
É Cristo! E Cristo!

5
Quem é digno de louvor?
Quem merece o meu amor?
É Jesus, meu Salvador,
Meu Cristo! Meu Cristo!

As minhas trevas dissipou!
Minha alma enferma Ele sarou!
Meu coração Ele alegrou!
Meu Cristo! Meu Cristo!

Autor ou Tradutor: H.M.W H. Maxwell Wrigth
*** Pode ser que tenha outro co-autor

O Grande Amor


1
O grande amor de meu Jesus
Por mim morrendo sobre a cruz,
Da perdição, pra me salvar;
Quem poderá contar?

Quem pode o Seu amor contar?
Quem pode o Seu amor contar?
O grande amor do Salvador,
Quem poderá contar?

2
O cálice que Jesus bebeu,
A maldição que padeceu,
Tudo por mim, p’ra me salvar,
Quem poderá contar?

3
A zombaria tão cruel,
A cruz sangrenta, o amargo fel,
Que Ele sofreu pra me salvar;
Quem poderá contar?

4
Incomparável Salvador!
Quão inefável Teu amor!
Quão impossível de sondar!
Imenso e sem par!

Autor ou Tradutor: H.M.W H. Maxwell Wrigth
*** Pode ser que tenha outro co-autor

Sua Graça Me Basta


1
Quando me sinto fraco, não tenho mais vigor,
Não vendo mais o brilho do sol, da clara luz;
Jesus está comigo, é meu Consolador;
Ele jamais me deixa, pois sempre me conduz.

Sua graça me basta a mim, a mim,
Sus graça me basta a mim;
Na vida d’aquém, no céu também,
Sua graça me basta a mim.

2
Quando a tempestade vem contra mim feroz,
Nas trevas navegando com minha embarcação,
Cristo Jesus me anima, ouço a Sua voz;
“Eis que estou contigo, por que temer, então?”

3
Quando m’atingem os dardos do inimigo audaz,
Que busca com astúcia a vida me tirar,
Eu clamo, então, a Cristo, meu Salvador veraz,
O qual me dá vitória, se nEle eu confiar.

Autor ou Tradutor: G.V Gunnar Vingren
*** Pode ser que tenha outro co-autor

Jesus Procura a Ovelha


1
Eis Jesus a procurara ovelha, que a vagar
Desgarrou-se do aprisco do Senhor;
Pelos montes a sofrer, faça sol ou a chover,
Cristo busca Sua ovelha, com amor.

Com amor.., o Pastor…
Eis que chama Sua ovelha, sem cessar;
Possa hoje, o pecador
escutar a voz do amor,
De Jesus, que procura p’ra salvar.

2
Com Seus pés o bom Pastor, já feridos, que horror,
De descer nos tenebrosos pedregais,
E cansado de andar, mais, ainda a clamar:
“Ó ovelhas minhas, onde vós estais?”

3
Se escuta o gemer da ovelha, que prazer
Enche logo o coração do bom Pastor!
E correndo sem parar, ‘té a ovelha abraçar,
E trazê-la ao Seu ombro com amor.

4
Já em casa, o Pastor, Oh! Jubila com dulçor,
Pela ovelha desgarrada que achou;
E assim, também Jesus, com os anjos lá na luz,
Se alegra pelas almas que salvou!

Autor ou Tradutor: P.L.M Paulo Leivas Macalão
*** Pode ser que tenha outro co-autor