Arquivo da Categoria: Seus sofrimentos

89 - Sublime e Grande Amor

Anúncios:


1
Conta-me, sim, de Jesus,
Para na mente, eu gravar
Como foi que padeceu
Na cruz, pra me libertar:
A Sua paixão e morte,
A começar no jardim,
Não houve mais quem tivesse
Um sofrimento assim!

Só amor! Só amor!
Só amor! Sublime e grande amor!

2
Conta-me como sentiu
A rude morte na cruz,
Suportando a acusação
Dos inimigos da luz;
Conta-me como tem dado
Ao malfeitor Sua paz,
Dizendo: “Hoje, comigo,
No Paraíso estarás”.

3
Conta-me como chorou,
Falando a Jerusalém;
Profetas fazes morrer,
Quando a ti eles vêm;
Conta-me como inda chora,
Por causa do pecador,
Que não quer Seu Evangelho,
Proclamado com amor.

4
Conta-me como o Senhor
Um bom testemunho deu.
Satisfazendo a lei,
Quando o cálice bebeu;
Também disse estas palavras,
Com Seu tão profundo amor;
Pai, lhes perdoa a cegueira,
Que é própria do pecador.

5
Conta-me como, também,
Veio ao povo judeu,
Povo que tanto amou,
Querendo dar-lhe os céus;
Como inda hoje Ele ama
A todo o pecador,
Dando-lhe paz e descanso,
Pelo Evangelho de amor.

  Sublime e Grande Amor (3,0 KiB, 1.659 hits)


Autor ou Tradutor: M.S.B Manuel Sabino Bezerra
*** Pode ser que tenha outro co-autor

Anúncios:

158 - Que Farás de Jesus Cristo?

Anúncios:


1
Diante de Pilatos ‘stá Jesus,
Por todos deixado em aflição,
O qual pergunta à multidão…
-“Que farei de Jesus Cristo?”

Que farás de Jesus Cristo?
Responde, hoje, sim;
Diria um dia ao vê-Lo:
“Que fará Ele de mim?

2
Em julgamento ainda está
O Nazareno em aflição,
E se repete a pergunta, então:
-“Que farei de Jesus Crlsto?”

3
Será julgado Jesus por ti,
Ou recebido com gratidão?
E, mui alegre, dirás, então:
-“Aceito a Jesus Cristo!”

  Que Farás de Jesus Cristo? (2,2 KiB, 1.190 hits)


Autor ou Tradutor: F.V Frida Vingren
*** Pode ser que tenha outro co-autor

182 - Jesus no Getsêmane


1
Jesus no Getsêmane foi ligado,
E pelos ímpios foi arrastado
A corte, onde foi muito insultado,
E atingido, por meu pecado;
E a sentença da turba foi o brado:
“Que seja Cristo crucificado.”
Vituperado e flagelado
Jesus sofreu o meu pecado.
Vituperado e flagelado
Jesus sofreu o meu pecado.

2
Então, na cruz, foi o Cristo pendurado
E duma lança foi traspassado;
Ali estava Jesus ensangüentado,
Por meus pecados atormentado!
“Deus meu, Deus meu, por que tens m’abandonado?”
Clamava Cristo crucificado;
“Perdoa o povo tão enganado,
Que cometeu um tal pecado”.
“Perdoa o povo tão enganado,
Que cometeu um tal pecado”.

3
Depois Jesus Cristo foi da cruz tirado,
E ao sepulcro foi carregado;
Por santos, Seu corpo foi embalsamado,
E entre ricos foi sepultado;
Estando Cristo Jesus já enterrado;
O Seu sepulcro foi bem guardado;
Após três dias, Jesus amado,
Da morte foi ressuscitado.
Após três dias Jesus amado,
Da morte foi ressuscitado.

  Jesus no Getsêmane (3,7 KiB, 1.488 hits)


Autor ou Tradutor: P.L.M Paulo Leivas Macalão
*** Pode ser que tenha outro co-autor

293 - Jesus no Calvário


1
Jesus no Calvário, por mim sofreu
A morte da maldição;
Minh’alma ganhou, com o sangue Seu
O preço da redenção.
Do alto da cruz, Jesus exclamou:
“Consumado está”, ao espírito rendeu;
O sangue verteu, a me expiou,
Unindo-me ao povo Seu.

2
Na cruz do Calvário, a cédula foi
Cravada que Ele riscou.
O véu se rasgou, a porta se abriu,
Aberta p’ra Deus ficou.
Sobre a cruz eu morri, com Cristo Jesus;
O meu “ego” falaz sobre o lenho levou.
A noite fugiu, e raiou a luz!
Por Cristo eu salvo estou.

3
Na cruz do Calvário, ao mundo morri;
Aqui um estranho fiquei;
Não vivo mais eu, com Cristo me uni;
Que vida excelsa achei!
O Cordeiro de Deus minh’alma nevou;
O sangue pascoal a culpa tirou,
O destruidor minh’alma passou, S.N.
Em Cristo liberto estou.

  Jesus no Calvário (2,7 KiB, 1.297 hits)


Autor ou Tradutor: S.N Samuel Nyström
*** Pode ser que tenha outro co-autor

350 - A História da Cruz


1
Tens tu lido a história da dura cruz,
Na qual Jesus morreu,
Desfazendo as trevas raiou a luz,
Manando o sangue Seu?

Jesus padeceu na cruz por ti;
Jesus padeceu na cruz!
Oh! Grande amor do Salvador
Morrendo na cruz por mim!

2
Tens tu lido que Cristo não se queixou,
No lenho, em grande dor,
Mas ao Pai o perdão ‘inda suplicou
Pra o povo pecador?

3
Tens tu lido que Cristo salvou, por fim,
Na cruz, um malfeitor?
Que sofrendo na cruz Lhe rogou:
“De mim, á lembra-Te, Senhor”?

4
Tens tu lido que Cristo exclamou na cruz:
“Eis consumado está”.
Foi por mim, foi por ti, que morreu Jesus,
Aceita Cristo já.

  A História da Cruz (2,6 KiB, 1.581 hits)


Autor ou Tradutor: P.L.M Paulo Leivas Macalão
*** Pode ser que tenha outro co-autor